9 passos para transformar a ansiedade em algo positivo

Você é uma pessoa ansiosa? Perde o sono por conta de algum evento ou tarefa a ser feita? Você se preocupa demais com o futuro? Desconta o nervosismo no doce?

A ansiedade é o mal do século. É muito fácil encontrar uma pessoa uma ansiosa. É tanta informação, tantas atividades, planos, objetivos. Todo mundo quer fazer várias coisas ao mesmo tempo, quer agradar, quer ser bem-sucedido.  O problema é quando a ansiedade vira uma doença.

A ansiedade é uma reação, um sentimento, que todo indivíduo experimenta diante de algumas situações do dia a dia, como falar em público, expectativa para datas importantes, entrevistas de emprego, vésperas de provas, exames de saúde entre outras. Algumas pessoas, porém, vivenciam esta reação de forma mais frequente e intensa, que pode ser considerada patológica e comprometer a saúde emocional.

 Em muitos casos, a ansiedade vem do medo. Do medo de não conseguir atingir um objetivo, do medo de não conseguir falar para uma plateia grande, do medo de não agradar o cliente, do medo do futuro, do medo de fazer algo diferente. A ansiedade é uma antecipação de algo futuro, de alguma coisa que ainda vai acontecer.

Muito empreendedor, principalmente no início, sofre com a ansiedade. É ansiedade para captar novos clientes, para conseguir seguidores no Instagram, no Facebook, no Youtube; para aprender a mexer em todas as ferramentas, para conseguir fazer parcerias, para gravar vídeos de qualidade, para produzir conteúdo de valor…Enfim, é um mundo de novidades.

Mas se você não aprende a lidar com suas emoções, a ansiedade pode te atrapalhar a focar no que realmente importa: na sua rotina, no seu trabalho, na criatividade e no processo de aprendizagem.

 

Leia também:

Os sintomas da ansiedade

1-Você perde o sono

A ansiedade pode provocar insônia, principalmente, na véspera de reuniões, grandes apresentações, lançamento de produtos. Algumas pessoas simplesmente não conseguem se desligar do que fizeram ao longo do dia e passam a noite processando o que farão no dia seguinte. Algumas vezes chegam a sonhar e despertar pensando em soluções possíveis para uma determinada questão.

 2- Um doce para aliviar

Não faltam casos de pessoas que encontram na comida uma solução para seus problemas emocionais. Ao menor sinal de preocupação você recorrem ao brigadeiro ou qualquer outro doce para aliviar a tensão. Em geral mastigam pouco o alimento, e ingerem grande quantidade de comida em pouco tempo.

Comer indiscriminadamente, sem fome, por ansiedade, estresse ou outra emoção negativa é um sinal de alerta.

 

Leia também:

3- Tensão muscular que não passa

Quem é ansioso não relaxa! Logo, os músculos vivem tensos e doloridos. Essas pessoas estão sempre com dores nas costas, nos ombros e na nuca. Geralmente, os músculos do pescoço estão travados e a dor é tanta que mal dá para virar de lado. Quanto maior a preocupação e o desânimo, maior a possibilidade de transferir as tensões para a região cervical. 

4 – Inquietação constante

Se você é muito ansioso, provavelmente pensa demais, o que gera dificuldade de concentração, inquietação e fadiga. A pessoa muito ansiosa apresenta uma angústia intensa, não consegue ficar quieta, caminha de um lado para o outro. Isso tudo provoca um grande desconforto na hora de concluir uma tarefa e afeta a qualidade de vida da pessoa e de quem está ao seu lado.

5 – Medos exagerados

Pessoas muito ansiosas, em geral, superestimam o perigo nas situações que temem ou evitam. O medo ou a ansiedade são excessivos ou fora de proporção. Você já conheceu alguma pessoa que não viaja de avião por que tem medo de acidente aéreo e sempre pensando que o avião vai cair?  Um outro exemplo é alguém que passa por um procedimento ou exame médico simples e teme ter uma doença grave ou ficar incapacitado após o exame. Em casos mais extremos chega até a cogitar a possibilidade de morrer no procedimento.

 

Leia também:

6 – Preocupação fora de controle

Se você é uma pessoa ansiosa, provavelmente, está sempre preocupada com o futuro. Essas pessoas sempre querem saber como será o dia de amanhã. Será que estarão felizes? Vão conseguir realizar seus sonhos? Terão emprego? Vão casar? Terão filhos? São muitas dúvidas! A preocupação excessiva é uma fonte direta de dores de cabeça, úlceras, ansiedade e stress, podendo inclusive afetar o sistema imunológico.

7 – Insegurança é a palavra de ordem

Medo de estar perdendo alguma coisa, de não ser bom o suficiente, medo do fracasso, pânico de ficar sozinho ou de não ser aceito. Campeões de autocrítica, são os primeiros a não se sentir capazes o suficiente para concluir uma determinada atividade. O excesso de medo pode comprometer a segurança nas relações pessoais, seja no trabalho ou na família.

 

Leia também:

Como nasce a ansiedade…

A ansiedade não é um comportamento natural do ser humano, ela aparece devido a desequilíbrios no nosso cérebro. Dessa forma, ela provoca atitudes que não são intencionais, mas que nos fazem vítimas delas.

Como assim? A explicação para isso é que o nosso cérebro é um poderoso computador biológico e ele funciona baseado em experiências anteriores, ou seja, é totalmente influenciável por esse fator, o que pode causar ansiedade em situações futuras que sejam parecidas.

Portanto, ela pode ser gerada por algo que já aconteceu ou por algo que pode acontecer. Mas saiba que isso é algo particular de cada indivíduo, o que quer dizer que não existe um padrão global que define a ansiedade de forma precisa.

É importante entender quando isso acontece, pois assim é possível que a reação sobre esse sentimento em si seja a melhor possível. Afinal, estamos acostumados a encará-la como algo ruim, mas o correto é deixar esse “rótulo” de lado e direcionar a nossa energia para transformá-la em algo positivo. 

Ficar apenas dizendo: “Tenho muita ansiedade” ou “Sou uma pessoa ansiosa demais” não ajuda em nada…Só gera mais sofrimento e cobrança. É preciso ressignificar, entender os sentimentos por trás dessa ansiedade.

 

Leia também:

Como transformar a ansiedade em algo positivo

É possível transformar a ansiedade em algo positivo? Sim, é possível, lidar com ela e transformá-la em uma grande aliada, principalmente, no empreendedorismo. Preparei um conteúdo com 9 dicas para transformar a ansiedade em algo que seja benéfico para sua vida. Vamos lá?

1-Utilize a pressão a seu favor

Estar sob pressão não é algo ruim, muito pelo contrário, ficamos mais alerta quando estamos enfrentando momentos como esse. Falando fisiologicamente, nosso cérebro nos passa a imagem de que é preciso lutar ou fugir, pois a nossa própria reputação pode estar em jogo.

Sendo assim, é muito comum que a ansiedade apareça nessas situações. Então, é importante utilizar esse momento para agir e sair da zona de conforto, pois situações decisivas como essa nos fazem partir para a ação.

E é exatamente isso que um empreendedor precisa: agir! Encarar a ansiedade nos momentos de pressão te ajudará a construir coisas novas e que precisam ser feitas, evitando que a procrastinação esteja presente em sua rotina.

2-Ouça seus instintos

Aprender a ouvir os seus instintos nos momentos de ansiedade pode ser a resposta que você está procurando para encarar os desafios da vida profissional. É muito comum procuramos as respostas certas para as mais diversas situações e isso pode nos deixar ansiosos demais para encontrá-las logo.

Dessa maneira, essa vontade pode causar uma certa urgência que nos deixa “cegos”, fazendo com que essa busca seja muito difícil. A melhor maneira de lidar com isso é relaxar, desacelerar o pensamento, esperar um pouco e deixar seu instinto agir.

Quando desaceleramos e ouvimos o que está por trás desse sentimento, a probabilidade de tomarmos a decisão certa é muito maior. Aprenda a fazer pausas para ouvir seus instintos, deixe que eles trabalhem por você e tudo será resolvido de forma muito mais fácil.

 

Leia também:


3-Saiba lidar com os riscos das situações

Todas as pessoas que de alguma maneira tiveram sucesso na vida, correram algum tipo de risco que as fizeram sair da zona de conforto. Isso proporcionou que elas fizessem a diferença e por isso tornaram-se bem-sucedidas.

Mas é natural que as situações de risco tragam uma certa carga de ansiedade consigo. O fato é que muitas vezes há também o sentimento de excitação junto a essa ansiedade e a tendência é que isso seja interpretado como algo negativo.

Portanto, entenda que correr riscos por estarmos enfrentando o desconhecido faz parte da vida e o sucesso exige enfrentar esse medo e essa ansiedade que permeiam nossos pensamentos de se aquilo vai dar certo ou não.

Saber lidar com essas situações de forma positiva, encarando-as como uma oportunidade para entrar de cara nesse desafio é o caminho certo para trazer bons frutos em busca do sucesso!

4- Controle o seu tempo

A tendência é que quanto mais ansiosa a pessoa é mais preocupada ela será com o tempo. Pois a ansiedade vem da preocupação de querer mostrar um bom trabalho ou uma boa impressão no ambiente em que se está inserido.

Nesse sentido, a ansiedade pode ser uma grande aliada para nos tornarmos melhores gestores do tempo, já que ela nos força a fazer entregas antes do prazo, nos prepararmos com antecedência para reuniões e apresentações, dentre outros compromissos.

Ou seja, utilize essa ansiedade como algo que estimule você a cumprir com suas obrigações com antecedência para jamais perder qualquer prazo de entrega, além de ajudar a se preparar melhor para seus compromissos de negócios.

 

Leia também:

5-Tenha pensamentos mais inovadores

Quanto mais ansiosos formos, a tendência é que os nossos pensamentos sejam os mais diferentes possíveis sobre o futuro. Dessa forma, há um grande potencial de termos cada vez mais ideias inovadoras.

Então, não perca tempo, quando estiver em momentos de ansiedade, deixe a sua criatividade fluir nos seus pensamentos. Quem sabe não surge aquela ideia que você está buscando há um bom tempo?

Caso queira aprofundar mais nesse exercício, carregue sempre com você uma caneta e um papel para registrar suas ideias ou use o bloco de notas do celular mesmo. Faça isso sem julgamento. Pois, uma vez que externalizamos nossas ideias, é possível enxergá-las com muito mais clareza.

6-Observe melhor as pessoas

A ansiedade é uma ferramenta poderosa quando se trata de observar e sentir o ambiente em que estamos inseridos e também as outras pessoas desse contexto.

Isso torna quem é ansioso, alguém mais sensível em relação aos detalhes de cada pessoa, principalmente em relação ao seu caráter e se podemos confiar nelas. Isso é uma grande vantagem, pois é possível prever possíveis padrões comportamentais com quem está se relacionando.

Dessa forma, nos tornamos mais conscientes em relação às decisões que tomamos nesses relacionamentos, que vão desde a forma que nos comunicamos com o outro até na escolha de quem é interessante manter um contato constante para possíveis parcerias, por exemplo.

7-Canalize a sua energia de forma positiva

Quando estamos ansiosos, a tendência é produzirmos mais energia em tudo que formos fazer, gerando um alto grau de agitação. A boa notícia é que essa energia pode ser muito produtiva se for canalizada de forma correta.

Portanto, utilize essa energia para ampliar o foco nas suas tarefas ou até mesmo assumindo mais atividades ao longo do tempo. Dessa maneira, você estará utilizando a sua ansiedade a seu favor e também da sua produtividade.

Além disso, é preciso que o empreendedor seja capaz de enfrentar qualquer obstáculo que possa aparecer e utilizar essa pressão da ansiedade para alimentar a sua capacidade de produzir e criar coisas novas.

Junto a isso, há a questão de que esse tipo de comportamento pode ser uma grande inspiração para qualquer pessoa, motivando-as para que elas possam acelerar seu ritmo de trabalho também.

Leia também:

8 – Desenvolva suas habilidades

Estar ansioso nos deixa inquietos em relação às nossas habilidades, o que nos leva a buscar uma melhoria contínua em relação a elas. Ou seja, isso nos ajuda a ver o que precisamos fazer para melhorar e conseguir um destaque ainda maior naquilo que somos bons ou que achamos que precisamos melhorar.

Sendo assim, a tendência é que isso nos motive cada vez mais a buscar nossos objetivos e fazer o que precisa ser feito nos momentos decisivos. Para um empreendedor isso é extremamente importante pois muitas vezes é necessário aquela motivação a mais para continuar acreditando no seu sonho e não desistir dos seus objetivos e metas.

9 – Conheça você mesmo

Utilize a ansiedade para se conhecer de verdade. Quando nos sentimos ansiosos, essa situação nos coloca cara a cara com nós mesmos. Ou seja, nos deparamos com nossos medos e dúvidas frente a frente.

Sendo assim, é possível nos conhecer melhor e utilizar esse conhecimento para direcionarmos os próximos passos, para que eles sejam dados da maneira que julgamos ser a correta. Esse é um excelente exercício de auto-reflexão em busca do sucesso e também dos nossos objetivos.

 

Leia também:

Dê um novo significado para sua ansiedade

A ansiedade está, na grande maioria das vezes, relacionada com preocupação. Ela se materializa numa ocupação antecipatória dos recursos da mente sobre algo que acontecerá ou que se receia que aconteça no futuro. 

Essa preocupação, porém, pode ser útil quando nos leva a agir e a resolver um problema. Mas se você está preocupado com cenários hipotéticos ou cenários catastróficos, a preocupação torna-se um problema sério. Os pensamentos sugam a energia e paralisam. 

Dúvidas e medos irracionais são paralisantes, desmotivantes e não-produtivos. A ansiedade e consequentemente a preocupação exagerada acabam com a sua energia emocional, aumentam os níveis de tensão e interferem com o seu dia-a-dia.

Mas podemos treinar a nossa mente para ficarmos mais calmos e confiantes, analisando o cenário de uma forma mais positiva. Ficar se culpando ou se martirizando não gera mudança.

Você não vai deixar de ser uma pessoa ansiosa simplesmente dizendo: “Não vou mais ser uma pessoa ansiosa”. Assim como você não ajudará uma pessoa ansiosa falando para ela: “Calma. Não precisa dessa ansiedade toda”. A mudança vem quando começamos a entender como surgem os pensamentos de preocupação e medo e porque eles são tão presentes na sua vida.

Se conhecer melhor é o passo mais importante para gerar qualquer transformação interna. Entender o porquê das nossas atitudes e pensamentos é mágico. Se aceitar e se permitir errar te levará ao próximo nível. Você não pode controlar tudo. Não adianta querer prever o futuro, você só consegue viver o hoje, o presente.

Ressignifique 

Que tal dar um novo nome para a sua ansiedade? Ao invés de dizer “Eu sou muito ansiosa”, diga: “Eu tenho vontade de fazer as coisas acontecerem”. Melhor do que “Não aguento mais minha ansiedade”, fale: “Minha energia está lá em cima, quero realizar muitas coisas”.

A forma como você falar consigo mesmo faz total diferença, pode mudar sua vida. Então ao invés de se cobrar ou se jogar lá para baixo, dê um novo significado para sua ansiedade. Seus pensamentos devem ser os seus melhores amigos.

Qual o novo nome da sua ansiedade?