Empreendedor: Mostre sobre o que é o seu negócio

Você sabe dizer de forma clara e direta sobre o quê é o seu negócio? Você consegue explicar em poucas palavras quais os benefícios do seu produto ou serviço? Isso é essencial para qualquer empresa de sucesso.

Grandes empreendedoras têm algo em comum: são diretas em relação ao próprio trabalho. Elas sabem a importância do trabalho delas para a sociedade. Elas sabem como o produto ou serviço delas ajuda as pessoas.

Se você não consegue explicar sobre o que é o seu negócio em poucos minutos, comece a treinar. Ser assertiva é um diferencial. Nem todo mundo tem paciência para ouvir uma explicação de meia hora ou assistir uma apresentação com 30 slides. Chegue ao ponto, seja uma pessoa certeira.

O que sua empresa faz? Qual seu público-alvo? Quais problemas você resolve? Como você oferece seus serviços? Seu produto/serviço é efetivo para quem? Quais são os resultados obtidos? Tenha tudo isso na ponta da língua.

Qual é o problema que o seu serviço/produto resolve?

Dado que o negócio não é mais do que a resolução de problemas, qual o problema que você resolve? Você consegue descrever esse problema de forma objetiva, com poucas palavras? Você entende como esse “problema” afeta verdadeiramente o seu cliente? É uma “dor” que você ou algum conhecido já sentiu?

Ao falar sobre esse problema, você precisa ser específico e verdadeiro. O cliente sente quando a vontade em resolver o problema é real, quando o interesse pela solução é uma missão do empreendedor.

Você não precisa dizer toda a história do problema a ser combatido. Em vez disso, dê três (apenas três) postos-chaves para ilustrar o problema que sua empresa resolve. Leve seu cliente a uma jornada com esta história. Histórias passam verdade, trazem as dores à tona. Seja autêntico, faça o cliente querer cuidar desse “problema dele”.

Quão grande é esse problema que sua empresa resolve?

Se o problema que você resolve é pequeno em comparação com o resto dos problemas do seu cliente, então você terá dificuldade em convencê-lo. É importante demonstrar que o problema existe, que é grande e vale a pena resolver. Grandes problemas têm grandes recompensas.

Por isso você deve anunciar sobre o que é o seu trabalho. Para ajudar nessa tarefa, utilize as redes sociais, e-mails, YouTube. Mostre para as pessoas que elas têm um problema a ser resolvido e que esse problema é grande, mas tem solução. E o melhor: você pode solucioná-lo. 

Por que o cliente deve querer resolver o problema dele?

Há muitos problemas, mas como o problema que o seu produto/serviço afeta pessoalmente o seu cliente? Se você responder facilmente a esta pergunta, você conquista o seu cliente. Quem empreende precisa mostrar para o cliente que aquele “problema” precisa ser resolvido, você precisa tirar de dentro dele a vontade de solucionar a questão.

Atualmente, a maneira mais barata e eficaz de chamar a atenção das pessoas para um problema é usando as redes sociais. O foco das pessoas está no Facebook, Instagram, Twitter…Você, como empreendedora, está divulgando o seu trabalho nessas mídias sociais?

As pessoas não vão entender o que sua empresa faz a menos que elas se importem. Sem se preocupar, elas não irão dar atenção ao seu trabalho. A mente gosta de se concentrar em coisas que preocupam. Faça as pessoas sentirem uma conexão emocional com seus negócios.

 

Leia também:

 Quem são seus clientes?

Uma empresa não existe sem um cliente para servir. Esse cliente é uma peça fundamental para o seu negócio e para as histórias que você conta. Se você não conhece a fundo o seu cliente, então você não conhece o “problema” que sua empresa resolve.

Muitas empresas têm uma ótima visão, mas nenhum cliente prático para vender também. Conheça seu cliente e entre na cabeça deles. Tenha certeza que a solução que você oferece é realmente eficaz e faz algo tangível para eles. Toda empresa precisa de uma persona, o cliente ideal. É impossível querer oferecer seu produto a todas as pessoas.

Aprenda a segmentar o seu público, defina para quem é o seu produto/serviço. Sua empresa já tem uma persona definida? Com uma persona, é muito mais fácil criar conteúdo, gerar engajamento e ofertar seus serviços.

Todo negócio começa com um nicho e depois se expande a partir daí. O capital na fase de inicialização é limitado, então você precisa estar focado em sua base de clientes e o problema que você resolve.

Não tem uma persona? Acesse o Guia completo para criar o cliente ideal do seu negócio.

Qual o resultado que promete?

Você diz que seu serviço/produto é eficiente e muito bom, mas não tem resultados para apresentar ao cliente, sua oferta perde a força. É difícil acreditar em algo sem comprovação. Se você está começando e ainda não tem clientes, experimente seu produto ou serviço com pessoas conhecidas, ofereça de graça…Teste!

A lógica é a seguinte: você resolveu com sucesso um problema para um cliente potencial; esse cliente faz comentários positivos; alguém entra em contato com seu produto ou serviço e toma uma decisão com base no comentário de um cliente que testou o produto/serviço e gostou. Testes validam a oferta.

 

Leia também:

Seu cliente gosta de você?

Este pode não ser o ponto mais importante, mas é bem verdade que seu cliente precisa gostar de você ou pelos menos acreditar na sua mensagem. Algumas pessoas tomam decisões baseadas no que sentem pela pessoa que está oferecendo o produto ou serviço. Pode ser empatia, admiração, confiança.

Sim, você como empreendedora precisa cativar o cliente, precisa encontrar o equilíbrio entre ser simpático e objetivo. Alguns clientes desistem da compra simplesmente por não gostarem do tom de voz da pessoa ou por ela pensar de forma diferente. Acontece.

Você precisa manter sua personalidade, mas também precisa saber se comunicar com o seu cliente, entender como ele pensa, descobrir como ele gosta de ser tratado. É preciso encontrar a linguagem correta para se comunicar com o seu cliente em potencial.

 

Leia também:

Conheça o seu negócio a fundo e saiba explicá-lo às pessoas

Como empreendedora, ninguém mais do que você deve entender o seu negócio. Mas entender a fundo, cada área, cada função. É importante ter consciência de como seu trabalho afeta a vida das pessoas, de como ele pode ser realmente benéfico. Então saiba comunicar isso de maneira clara e objetiva, sem dúvidas e sem gaguejar. Isso passa confiança ao cliente.

Empreender não é uma tarefa simples. Além da vontade de fazer um trabalho diferente, é preciso aprender a mexer com muitas ferramentas, enfrentar questões burocráticas e cuidar da saúde financeira do seu negócio. Não queira fugir dessas responsabilidades. Faz parte do trabalho. Caia de cabeça e aprenda como se faz, mesmo que depois você contrate alguém para fazer. É preciso ter noção de tudo o que acontece na sua empresa.

Quando entendemos como cada área da empresa funciona, fica mais simples repassar isso para seus clientes em potencial, para a sua audiência que te acompanha nas redes sócias, por exemplo. Se alguém fizer uma pergunta, você sabe como responder!