O que é Coaching e como funciona

Você sabe o que é Coaching? Conhece suas ferramentas? Sabe a diferença entre “coach”, “coaching” e “coachee”? Vem conhecer um pouco mais sobre essa metodologia.

Cada vez mais popular no Brasil e no mundo, a palavra coaching ainda causa certa estranheza em algumas pessoas. Muitas já ouviram falar, mas não sabem o que é exatamente. Outra, sabem o que é, mas não entendem como funciona. Já algumas pessoas confundem com Psicologia, mas, na verdade, são áreas diferentes. Enfim, as dúvidas sobre as técnicas do coaching são recorrentes.

A ideia aqui é sanar as dúvidas e mostrar como atua um coach e explicar o que é coaching, coachee e quais são os benefícios tanto para quem aplica o coaching, tanto para quem passa por uma sessão de coaching.

Por ser em inglês, algumas palavras, inicialmente, podem gerar uma certa confusão, mas com o tempo, o vocabulário torna-se acessível e de fácil compreensão. A palavra coaching significa “treinamento”.

de-onde-vem-o-termo-coach

De onde vem o termo “coach”…

Coach é uma palavra inglesa, mas de origem húngara (koesi). Koes é uma cidade da Hungria que no século XV começou a produzir carruagens, que devido ao seu conforto, se tornaram as mais cobiçadas da época. Assim, as carruagens de Koes eram chamadas de koesi.

Por volta de 1830, o termo Coach passou a ser utilizado na Universidade de Oxford, na Inglaterra, como sinônimo de “tutor particular”, aquele que “carrega”, “conduz” e “prepara” os estudantes para seus exames. Em 1831, o termo Coaching foi usado pela primeira vez no âmbito dos esportes. Em 1950, a palavra foi usada pela primeira vez na literatura de negócios, como uma habilidade de gerenciamento de pessoas. 

Nos dias de hoje, o coach é o profissional especializado no processo de Coaching. Ou seja, o coach é o profissional e coaching é a técnica usada por ele para ajudar o cliente a refletir, chegar a conclusões, definir ações e, principalmente, agir em direção a seus objetivos, metas e desejos. Nesta área, o cliente é chamado de coachee.

De maneira objetiva:

Coach:

Profissional que aplica as técnicas do Coaching, seja para uma empresa ou para um indivíduo específico. Ele é o responsável por treinar o seu coachee baseando-se em técnicas e metodologias do Coaching. Essas técnicas são capazes de trabalhar o desenvolvimento pessoal e humano de cada um, valorizando sempre as competências individuais, além de relaciona-las a um processo de evolução contínua.

Coaching:

É o processo de desenvolvimento pessoal ou profissional que o Coach conduz em seu Coachee. Esse processo é o ato de ajudar uma pessoa ou instituição a atingir seus objetivos e metas despertando todas as suas capacidades.

Coachee:

É a pessoa que passa pelo processo de Coaching. No caso, o cliente que está sendo instruído e liderado por um Coach.

Observação importante: nunca chame o cliente de paciente. Isso remete a um problema de saúde ou disfunção.

Nesta área existem outras terminologias:

Patrocinador: quem paga pela sessão. Pode ser o próprio cliente ou empresa.

Sessão: um encontro entre o coach e o coachee, o cliente.

Processo: um conjunto de sessões entre um coach e o cliente.

Leia também:

coaching

O que é o coaching?

Um simples treinamento? Não. Mais do que isso.

De acordo com o ICF (International Coach Federation), Coaching é um processo em forma de parceria com os clientes. É um processo criativo, estimulante e inovador, que inspira a maximizar as potencialidades pessoais, profissionais e humanas.

No Coaching, o coach (profissional) e o coachee (pessoa que passa pelo processo de coaching) identificam objetivos, traçam metas e estabelecem os pontos que indicarão o sucesso. O coach, através do uso de suas técnicas e habilidades, presta assessoria, estimula, apoia e acompanha todo este processo, de modo a garantir que o rumo definido durante as sessões com seu cliente seja seguido e que os obstáculos que possam surgir ao longo do caminho sejam superados.

As abordagens para o coaching são as mais diversificadas possíveis, sempre se adequando com facilidade às necessidades do cliente. É um trabalho de pareceria entre o coach e o coachee.

O coach evita ao máximo dizer ao indivíduo ou empresa que o contratou o que fazer. O coach não dá ordens ou conselhos. O trabalho dele é ampliar a percepção do coachee, fazendo com que ele mesmo descubra a melhor forma para chegar ao seu objetivo. O coach dá assistência e oferece ferramentas necessárias para que o cliente trilhe seu próprio caminho de crescimento e continue sempre crescendo de forma independente.

como-funciona-o-processo-de-coaching

Como funciona o processo de coaching?

A duração típica de um processo de coaching é de três a seis meses e são realizados de seis a 12 encontros. Uma sessão entre o coach e o cliente tem duração de 50 a 90 minutos e o espaçamento entre elas costuma ser entre uma e duas semanas.

Ao pensarmos em coaching, temos que imaginar uma linha do tempo, onde o presente, o hoje, é representado pelo Ponto A. É a atual situação do coachee. O futuro, que fica sempre à direita nessa linha do tempo, é onde o cliente quer chegar, é o Ponto B.

Com isso, para que o processo de coaching seja possível, é importante que o Ponto B seja diferente, melhor e mais avançado do que o Ponto A. O coachee precisa desenvolver a aprendizagem de maneira consciente, com mais foco e ações em direção aos objetivos que estipulou.

O coaching é então uma metodologia que mistura e se utiliza de várias disciplinas para a criação de seu jeito único de ser e ter conversas relevantes, instigantes e interessantes para o cliente. Tudo isso se faz normalmente por meio de um questionamento eficaz, fazendo com que ele desenvolva sua aprendizagem de maneira consciente, com mais foco e ações em direção aos resultados que ele deseja.

Resultado sem aprendizado não se sustenta

É importante destacar que um resultado alcançado sem aprendizado raramente se sustenta. O melhor exemplo é o de pessoas que se perdem fazem dietas restritivas. Elas têm foco e ação por um tempo, mas não têm, necessariamente, aprendizado, mesmo com tantas restrições alimentares. Por isso, é importante no coaching gerar conscientização em cada sessão, em cada etapa do processo.

esquema

C.H.A

Uma das bases do Coaching é o CHA – Conhecimentos, Habilidades e Atitudes. Dessa forma, o coachee (cliente) consegue subir os degraus que deseja com a capacidade de se manter no alto. O foco é sempre gerar aprendizado para o seu cliente.

É exatamente por isso que nem sempre prescrições nutricionais por si só são efetivas para mudar os hábitos: elas não necessariamente geram aprendizado ao cliente. Você consegue perceber a distância entre a simples entrega de um plano alimentar e um aprendizado? A distância é o caminho dos Conhecimentos, Habilidades e Atitudes.

Muitos profissionais, por mais que se esforcem para passar conhecimento e tentar convencer o paciente com todos os argumentos possíveis, conseguem poucos resultados positivos. Sabe por quê? Porque Conhecimento por si só não funciona. É preciso desenvolver também as Habilidades do cliente (suas qualidades e competências) e as Atitudes (estimulá-lo a agir com metas) para que o aprendizado comece a acontecer e o resultado tão sonhado se concretizar.

Leia também:

processo-de-coach

O processo de coaching é uma via de duas mãos

Para que todo o processo seja efetivado, o coach tem técnicas e ferramentas para ajudar uma pessoa a se comprometer ainda mais. O coachee, no entanto, precisa estar disposto a centrar no processo de coaching, precisa encará-lo com seriedade. Se a ação não for feita, não existe o coaching. Ou seja, sem comprometimento real com a ação, o resultado não pode ser alcançado.

O trabalho de Coaching só funciona com a ação, com o foco do cliente. Medindo e aprendendo a cada passo dado em direção ao resultado. Centrando-se no feedback, orientação, recapitulando, aprendendo e replanejando o caminho em direção ao Ponto B.

Para o Coaching, a jornada é mais importante que o destino. O estado desejado é apenas uma consequência do processo de transformação e evolução do cliente, que agora é muito mais forte e centrado, com competências necessárias para superar os desafios que antes (no Ponto A) pareciam impossíveis de serem enfrentados.

Por meio das técnicas do Coaching, o coach trabalha no coachee a reeducação, a construção de escolhas, o modo de pensar, as perdas e os ganhos, entre outros fatores. Uma mudança total de comportamento.

Leia também: